:Objetos retirados dos bueiros revelam total falta de consciência da população procopense

Objetos retirados dos bueiros revelam total falta de consciência da população procopense - Tv Na Rua


Objetos retirados dos bueiros revelam total falta de consciência da população procopense

Quantidade de lixo retirado de bueiros em pontos críticos da cidade,  impressionou o prefeito e a equipe que faz o trabalho.

As fotos captadas pela equipe de limpeza de bueiros da prefeitura de Cornélio Procópio mostram que a maioria da população da cidade, não tem, ou não quer ter, o mínimo conhecimento sobre a importância deste patrimônio público chamado de galeria de águas pluviais e que o confunde com lixeira.  

Com a contratação do caminhão de Desobstrução de Rede Pluvial, o trabalho foi agilizado e já está em curso há uma semana. O objetivo é evitar alagamentos e a destruição do asfalto em época de chuvas intensas.

Só para se ter uma ideia , o aluguel deste equipamento, custa ao município perto de R$ 2 mil por dia, e de acordo com o prefeito, ele faz o trabalho de cerca de 10 homens com agilidade, rapidez e segurança.

"Nossa equipe de suporte da Secretaria de Serviços Urbanos auxilia o caminhão retirando o lixo e todo o material que é depositado de forma irresponsável nas galerias pluviais. Após esta limpeza, a população precisa ajudar a prefeitura, evitando jogar lixo nas ruas, calçadas, nos bueiros e galerias. Já estamos estudando uma campanha institucional de conscientização para alertarmos a população dos perigos e prejuízos que está atitude pode trazer para a comunidade. Se todos fizeram a sua parte, o poder público responde com mais eficiência", afirmou o prefeito.

O Diretor de Obras, Leonardo Borges Miyamoto destacou que a quantidade de lixo e entulho que é retirado das bocas de lobo, das galerias e da rede pluvial surpreende os funcionários da prefeitura e a equipe que opera o equipamento de sucção. "Nós retiramos de tudo, pneus, garrafas de vidro e Pets, caixas de papelão e folhas de papel de vários tamanhos, pedras, restos de materiais de construção, móveis de vários tamanhos, animais mortos, sacos e sacolas com lixo caseiro e todo tipo de alimento.

Fica difícil acreditar no final do dia, na quantidade de detritos que retiramos das galerias", observou o diretor Leonardo Miyamoto.

Via: Setor de Comunicação da Prefeitura de Cornélio Procópio.

Visualizações 259
Fonte: Odair Matias
Por: Redao
Data: 12/01/2018 11h38min

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014