PRE prende homem que atirou contra ex-conselheira tutelar em Andirá

PRE prende homem que atirou contra ex-conselheira tutelar em Andirá - TvNaRua / NossoClick.com - O Portal da Família PRE prende homem que atirou contra ex-conselheira tutelar em Andirá - TVNaRua/ NossoClick.com - O Portal da Família
PRE prende homem que atirou contra ex-conselheira tutelar em Andirá

Uma operação da Polícia Rodoviária Estadual na noite desta terça-feira (5) na PR-092 km 388 em Andirá, culminou com a prisão de Eduardo Carlos Piras. Ele é acusado e confessou ter atirado contra a ex-conselheira tutelar, Cristina Aparecida da Silva Oliveira Fernandes, 36 anos na manhã desta terça-feira (5) em frente à secretaria de educação de Andirá.

De acordo com o boletim de ocorrência, a equipe da PRE fazia operação bloqueio na rodovia quando avistou o carro VW Saveiro Cross placas ENY 3181, que segundo testemunhas era o carro que o homem havia usado para fugir após o crime. Os policiais tentaram abordagem, mas o condutor não parou e houve acompanhamento tático.

Durante o acompanhamento pela rodovia paranaense, os militares efetuaram dois disparos que acertaram os pneus traseiros da caminhonete. Mesmo com os pneus furados, o homem não parou. O acompanhamento terminou somente quando ele bateu contra uma defensa da rodovia já na SP-375 km 2, em Palmital (SP). Na abordagem, o homem confessou ter atirado contra a mulher.

A arma utilizada no crime não foi encontrada. Eduardo alegou que dispensou a arma em uma pedreira na cidade de Curiúva, próximo de Ibaiti. Na operação que culminou com a prisão de Eduardo, participaram além da viatura da PRE, policiais militares de Andirá, de Palmital (SP) e da equipe da Polícia Rodoviária Estadual de Assis (SP). O guincho do DER/SP foi utilizado para remoção do carro.

O homem foi encaminhado preso para a delegacia de Andirá. Equipes da cidade de Curiúva e região fazem buscas para tentar encontrar a arma, mas até a publicação desta reportagem (00h30) a arma não havia sido encontrada.

Segundo o comandante do pelotão da PM, tenente Antônio Thales Carassa de Souza disse à Tribuna do Vale, Eduardo teria atirado contra Cristina, pois ele era um ex-patrão dela e ela teria se recusado a deixar seu atual namorado para se relacionar com ele.

O tiro acertou a região do ombro da vítima e transfixou nas costas. Cristina foi atendida no hospital de Andirá e posteriormente foi transferida para Cornélio Procópio. A lesão é considerada grave, mas a paciente estava consciente e orientada.

Visualizações 2350
Fonte: Portal JNN
Por: Redao
Data: 06/09/2017 07h24min

TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2016