:Moradores de Londrina relatam IPTU com reajuste superior a 400%

Moradores de Londrina relatam IPTU com reajuste superior a 400% - Tv na Rua - O Portal de Londrina e Região
Moradores de Londrina relatam IPTU com reajuste superior a 400%

Moradores de Londrina relatam IPTU com reajuste superior a 400%

Tributo foi reajustado após revisão da planta de valores da cidade, no fim de 2017. Após indignação dos contribuintes, vereadores e prefeito marca

Após reajuste polêmico do IPTU em Londrina, prefeito se reúne com vereadores





Os moradores de Londrina, no norte do Paraná, relatam reajustes que ultrapassam 400% no valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2018.

É o caso da contribuinte Luzia Rissi, que vai pagar R$ 592,37 de IPTU neste ano. Uma alta de 466% em relação ao valor de 2017, que foi de R$ R$ 104,59.

Keith Alex Evaristo contou que vai pagar cinco vezes mais do que pagou em 2017. Neste ano, o imposto será de R$ 851,17, e, no ano passado, foi de R$ 170,87.

O IPTU da casa de Franciele Caetano Pereira teve aumento de 300% em 2018; ela diz que não tem como pagar (Foto: Franciele Caetano Pereira/Arquivo Pessoal)

O IPTU da casa de Franciele Caetano Pereira teve aumento de 300% em 2018; ela diz que não tem como pagar (Foto: Franciele Caetano Pereira/Arquivo Pessoal)

Já o IPTU da vendedora Franciele Caetano Pereira teve um aumento de pouco mais de 300%. O imposto passou de R$ 286,99 para R$ 1.166,40 neste ano. Desempregada, ela diz que não vai ter condições de pagar.

“Vou deixar para o final do ano, para ver se muda alguma coisa. Todo mundo que eu converso diz que não vai pagar agora”, relatou.

Além do aumento do imposto, a coleta de lixo também sofreu reajuste conforme o número de vezes que o caminhão passa recolhendo os resíduos.

Revisão da planta de valores

Lei aprovada em 2017 fez a previsão da planta de valores e prevê aumento gradativo da alíquota, até 2024 (Foto: RPC/Reprodução)

Lei aprovada em 2017 fez a previsão da planta de valores e prevê aumento gradativo da alíquota, até 2024 (Foto: RPC/Reprodução)

O reajuste no IPTU é reflexo da revisão de planta de valores do município, proposta pelo Executivo e aprovada pela Câmara de Vereadores no fim de 2017.

A lei prevê um aumento gradual da alíquota do valor venal do imóvel, que começa em 0,6% em 2018, até a chegar a 1% em 2024. Veja na imagem acima como fica a alíquota ano a ano.

Os boletos do tributo começaram a ser entregues na terça-feira (9) e o valor também já pode ser consultado pela internet. O pagamento à vista, em conta única, tem 10% de desconto.

A previsão da Secretaria da Fazenda é arrecadar R$ 334 milhões com o IPTU e R$ 52 milhões com a taxa de lixo.

Reunião

Após a indignação dos contribuintes, uma reunião com a participação do prefeito Marcelo Belinati (PP) e de vereadores foi marcada para o fim da tarde desta quarta-feira (10). Eles discutiram o reajuste do IPTU e a repercussão na sociedade. O encontrou começou por volta das 17h30 e terminou por volta das 19h.

Após a reunião, os vereadores informaram que não há perspectiva de mudança em relação ao tributo para 2018.

No entanto, alguns parlamentares sugerem a possibilidade de manter a alíquota em 0,6% nos próximos anos, e não chegar a 1% do valor venal do imóvel, para reduzir o impacto da medida. Assista à entrevista do presidente da Câmara de Londrina, Mário Takahashi no vídeo abaixo.

Os vereadores dizem que a reunião foi um pedido deles, já a assessoria do prefeito informou que trata-se de uma reunião de rotina e que, nesta quarta, o reajuste do IPTU entra na pauta.





Assista à entrevista do presidente da Câmara de Londrina, o vereador Mário Takahashi

Sociedade Civil

A Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) divulgou, na tarde desta quarta, um artigo assinado pelo presidente da entidade, Claudio Tedeschi, comentando o reajuste do IPTU.

O texto diz que líderes da sociedade civil se reuniram várias vezes com o prefeito, durante 2017, em busca de soluções para controlar o déficit do município, sem precisar sobrecarregar os contribuintes.

“Os londrinenses estão assustados com a forma usada pelo governo municipal para equilibrar seu caixa, com uma elevação absurda do valor da tributação em relação ao ano passado, uma alta que seguirá se repetindo nos próximos anos fiscais”, diz o texto.


Aqui

Visualizações 189
Fonte: G1
Por: Redao
Data: 11/01/2018 12h11min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014