:Em Londrina, treinamento ensina a vender para a administraço pblica

Em Londrina, treinamento ensina a vender para a administraço pblica - TV Na Rua CornelioDigital Em Londrina, treinamento ensina a vender para a administraço pblica - TVNaRua Cornelio Digital - Notícias, Eventos e Entretenimento
Em Londrina, treinamento ensina a vender para a administraço pblica

Sebrae/PR capacita micro e pequenas empresas para concorrerem em licitações públicas; em Londrina, treinamento acontece entre os dias 20 a 23 de setembro
 
A Lei Complementar 123/2006, mais conhecida como Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, dá um tratamento diferenciado, simplificado e favorecido às micro e pequenas empresas e empreendedores individuais que participam de licitações públicas. Com o objetivo de disseminar aspectos da nova legislação, a fim de minimizar os riscos do processo, o Sebrae/PR promove em Londrina, entre os dias 20 e 23 de setembro, das 19 horas às 22h45, o treinamento “Compras Governamentais: Como Vender para Administração Pública”.
 
Luiz Cesar Alves, especialista na área de finanças que irá ministrar o treinamento, explica que os governos possuem um alto potencial de compra. “As licitações públicas devem ser vistas como uma nova oportunidade de negócio, uma fonte de renda a mais, mas não a única opção”, orienta. O especialista comenta ainda que o desconhecimento gera insegurança e afasta os empresários de pequenos negócios das licitações. Ele alerta os empresários interessados em participar dessa modalidade de venda para a importância do planejamento.
 
“A empresa que deseja vender para o poder público deve planejar a ação previamente. O empresário que participa de uma licitação, na qual os valores negociados são maiores, corre o risco de não ter a estrutura adequada para vender o montante solicitado. Por isso, é essencial conhecer detalhadamente o processo, a legislação e os riscos envolvidos”, assinala.
 
Além desses cuidados, quem se dispõe a vender para aos governos precisa estar em dia com o pagamento de todos os tributos.  “Após o treinamento, os participantes vão adquirir autoconfiança suficiente para participar de um processo de licitação, compreender como vender para a administração pública e operar os procedimentos imprescindíveis para participar de forma mais segura dos processos licitatórios”, destaca Luiz Cesar Alves.
 
Números
 
Lúcia Gonçalves Moraes, coordenadora de Eventos do Sebrae/PR em Londrina, analisa a participação das micro e pequenas empresas nos processos de compras públicas. “As micro e pequenas empresas formais representam 99% do número total das empresas do País, mas têm uma participação de apenas 18% nas compras governamentais das esferas federais, estaduais e municipais. O volume é considerando baixo, principalmente diante do tamanho desse mercado”, avalia.
 
Os pequenos negócios cumprem um papel social relevante, pois empregam quase 60% dos trabalhadores que têm registro em carteira de trabalho e são responsáveis por somente 20% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, correspondendo a cerca de 26% da massa salarial brasileira.
 
De acordo com a Unidade de Políticas Públicas do Sebrae Nacional, o montante compras governamentais é estimado em R$ 260 bilhões.  Estima-se que há a possibilidade da geração de aproximadamente 790 mil empregos ao ano, caso essa participação de 18% passe para 30%.
 
Benefícios
Dentre os principais benefícios dispensados às micro e pequenas empresa em processos licitatórios amparados pela Lei 8.666 (Lei de Licitações) estão:
 
Regularidade fiscal - As micro e pequenas empresas só providenciarão as certidões de regularidade fiscal, caso sejam declaradas vencedoras do certame. Havendo alguma restrição na comprovação da regularidade fiscal, a pequena empresa terá dois dias úteis, prorrogáveis por igual período, a critério da administração pública, para regularização.
 
Desempate - Quando as propostas apresentadas pelas pequenas empresas são iguais ou até
10% superiores à proposta mais bem classificada. Há procedimentos de desempate:  a micro ou pequena empresa melhor classificada poderá apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora. Caso a pequena empresa não possa ser contratada, serão convocadas as demais para o exercício do mesmo direito, na ordem classificatória, desde que se encontrem no critério de empate. Na modalidade de pregão, o intervalo percentual é de até 5% superior ao melhor preço.
 
Processos especiais - A fim de promover o desenvolvimento econômico e social das micro e pequenas empresas, a administração pública poderá realizar processo licitatório: destinado exclusivamente à participação de pequenas empresas nas contratações de até R$ 80 mil; exigir dos licitantes (médias ou grandes empresas) a subcontratação de pequenos empreendimentos para fornecimento de até 30% do total do objeto licitado e estabelecer cota de até 25% do objeto para a contratação de micro e pequenas empresas para a aquisição de bens e serviços de natureza divisível.
 
Inscrições para o treinamento “Compras Governamentais: Como Vender para Administração Pública” podem ser feitas pelo telefone (43) 3373-8000. O investimento por participante é de R$ 120,00. O escritório regional do Sebrae/PR em Londrina fica na Avenida Santos Dumont, 1.335 - Aeroporto.

Visualizações 1328
Fonte: Jornalismo Londrina
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 20/09/2010 15h39min


« anterior [1]  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44  45  46  47  48  49  50  51  52  53  54  55  56  57  58  59  60  61  62  63  64  65  66  67  68  69  70  71  72  73  74  75  76  77  78  79  80  81  82  83  84  85  86  87  88  89  90  91  92  93  94  95  96  97  98  99  100 próximo »


Hospital do Câncer de Londrina


CONTATO
contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893



TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014