:APÓS TRAGÉDIA Socorristas da região de Londrina viajam de carro até Brumadinho para ajudar em resgate de vítimas

APÓS TRAGÉDIA Socorristas da região de Londrina viajam de carro até Brumadinho para ajudar em resgate de vítimas - Tv Na Rua


APÓS TRAGÉDIA Socorristas da região de Londrina viajam de carro até Brumadinho para ajudar em resgate de vítimas

Três profissionais do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) da região de Londrina estão desde domingo (27) em Brumadinho (MG) trabalhando no resgate de vítimas do rompimento de barragem ocorrida na tarde de sexta-feira (25). 

Estão em terras mineiras Rogerio Pires Fernandes e Adriano Porfírio Piza, de Arapongas (Região Metropolitana de Londrina), e Victor Hugo Pereira, de Maringá (Noroeste). De acordo com Fernandes, a iniciativa partiu da coordenação do Samu em Arapongas, que entrou em contato com a Defesa Civil de Minas Gerais. Com uma viatura baixa cedida pela secretaria de Saúde de Arapongas, os três partiram em direção a Brumadinho, com as despesas pagas, e chegaram ontem. Os socorristas foram selecionados por terem o curso SAR (Search And Rescue, em tradução livre, Busca e Resgate), da Força Aérea Brasileira. 

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook



O trabalho desses profissionais consiste na busca de pessoas e animais em uma área que margeia a lama. "Nossa frente de trabalho é em um bairro muito pequeno, uma localidade chamada Tojuca, onde encontramos a maioria dos corpos. O monitoramento é feito o tempo todo, tanto da barragem quanto do local onde há possíveis vítimas. Tem um local em que foram encontrados 14 corpos. A princípio, a suspeita é que sejam alguns dos funcionários da empresa", comenta Fernandes. 

"Vi um aparato muito grande já montado desde sexta-feira, de pessoas estudando, de mapeamento. Porém, o trabalho nosso é duro, não é fácil. Já localizamos três ou quatro corpos, inclusive de uma senhora e sua neta, mas da mesma forma é gratificante porque estamos podendo ajudar muita gente. Nosso trabalho, da equipe do Samu, não é focado somente no resgate, mas também no apoio às famílias que perderam seus entes queridos. Nosso trabalho é sem parar", afirma o socorrista, que estava de férias, e decidiu antecipar o retorno para ir a Brumadinho. 

O trio segue no trabalho de acordo com o planejamento do centro de comando gerenciado pelos bombeiros de Minas Gerais, que dão todas as coordenadas e o mapeamento do local. "É uma situação difícil, mas com nosso profissionalismo, nosso trabalho, a gente pode estar fazendo a diferença". 

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook



"A população é muito solidária. Tudo o que precisamos, eles fornecem. Água, alimentação, café, roupas. O que imaginar, eles estão dando esse suporte. Não falta nada. Está tendo atendimento, e tudo está sendo feito pela própria população, pelos voluntários. A gente sabe que estão sofrendo, sem ter notícias dos parentes. Principalmente, se vai ter como resgatar os corpos. Mesmo assim, eles têm forças para ajudar", afirma o socorrista. "Só estando aqui para dimensionar isso aí. Também tem ONGs (Organizações Não-Governamentais) resgatando animais, tem veterinários trabalhando de graça. Um deles tem até uma ambulância de animais. A gente fica até emocionado". 

A Defesa Civil montou uma estrutura em uma faculdade, onde os socorristas ficam alojados em barracas, e há um grande aparato. Há militares, bombeiros, voluntários de vários estados. "Tem banho, alimentação, tudo muito tranquilo e muito bem assistido", de acordo com Fernandes. 

Três dias após a tragédia, há cada vez menos chances de encontrar pessoas vivas, diz o socorrista. "Se encontrarmos apenas corpos, podemos ao menos dar conforto para as famílias". 

A previsão é que, se tudo ocorrer conforme o planejado, os paranaenses retornam na quinta-feira (31).

Visualizações 169
Fonte: Tarobá News
Por: Redação
Data: 28/01/2019 18h18min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014