:Bebê assusta família após se engasgar em Bandeirantes

Bebê assusta família após se engasgar em Bandeirantes - Tv Na Rua


Bebê assusta família após se engasgar em Bandeirantes

Bandeirantes: adquirir, vender, fornecer e ou produzir drogas-lei 11343 porte ilegal de arma de fogo, acessório ou munição-uso permitido.
Durante patrulhamento, a Equipe Rotam logrou êxito em abordar a pessoa de, J. B. de A., durante busca pessoal foi encontrado no maço de cigarro de J. cinco pedras de substancia análoga de crack, embaladas em um plástico transparente, totalizando 1 grama. Foi encontrado no celular do mesmo algumas fotos de duas armas de fogo, indagado o mesmo sobre as armas este veio a dizer que seria dele e de seu irmão D. de A. 21 anos, e que as mesmas estaria na residência de sua irmã, feito contato com D., o mesmo veio a relatar que as armas estaria dentro de uma bolsa preta. Ato continuo foi feito contato com a irmã deJ. e D. para olhar o interior da residência, onde foi localizado durante as buscas uma mochila de cor preta contendo em seu interior: um coldre para revolver de cor preta e verde, uma munição .38 CBC, um pedaço de substancia análoga a crack pesando 10 gramas, nove buchas de substancia análoga a cocaína pesando 2,5 gramas, sessenta e quatro pedras de substancia análoga a crack pronta para a venda totalizando mais 12 gramas, e ainda no forro da residência do lado externo foi localizado um pedaço de substancia análoga a maconha pesando 228 gramas. Diante dos fatos foi dado voz de prisão a J. e D. os quais assumiram serem os proprietários do entorpecente onde foram encaminhados para a Delegacia juntamente com o ilícito. J. foi categórico em afirmar que as armas estariam junto com o entorpecente, porém acha que alguém desconhecido veio a esconder em outro local.

Barra do Jacaré: lesão corporal violência domestica
Compareceu ate ao Departamento Policia Militar da Policia Militar o Sr L. L. e informou que sua filha D. dos S. L. de 17 anos que convive com a pessoa de L. F. D. e que o mesmo estava batendo nela sendo que isto não e a primeira vez que a Policia Militar é acionada por este motivo, sendo que os mesmos sempre optam por não representar, diante dos fatos deslocamos ao local e constatamos o fato , e conduzimos ambos para o procedimentos cabíveis ao fato. A mesma aparentava hematomas no braço direito e esquerdo e na perna direita e varias nas costas , diante do fato foi entrado em  contato com o Investigador de  plantão na cidade de Andirá Hudson Xavier de Sousa o qual entrou em contado com o Delegado de Policia João Paulo , como a vitima não quis representar contra seu convivente . O mesmo fará o procedimento de portaria.

Cornélio Procópio: resistência
Desacato em data de 18 de janeiro de 2016, por volta das 10h20min, após solicitação feita via central 190 pelo Senhor L.R.F. a Equipe Policia Militar se deslocou até a Rua Central na Vila Moreira, afim de verificar uma situação de ameaça. No local conhecido como invasão da Vila Amoreira, se depararam com um Senhor J.A. bastante alterado, e puxando alguns fios de um poste localizado na entrada da invasão. Também no local se encontrava o solicitante que passou a relatar que mora no fundo da invasão e que teria feito pedido a uma empresa uma linha de internet, e que na data de hoje compareceram ao local para fazer a instalação da mesma, porém o morador da primeira J.A. (74 anos) portando um facão começou a desferir ameaças aos funcionários da empresa que se retiraram do local, bem como ao solicitante, afirmando ser ele o mandante daquele local, que os poste são dele, que ninguém ia passar fio nenhum, e ainda que ninguém faz nada na invasão sem autorização do mesmo. Informou ainda que pelo ele é morador muito antigo e se autodenomina o dono do local, sendo que por isso além de mandar, vende pequenos partes do terreno para família habitarem, cobrando destas inclusive para terem acesso à energia elétrica. A Equipe Policial ao tentar fazer estabelecer contato com a pessoa em questão para um possível acerto entre as partes, este continuou puxando os fios, ofendendo o solicitante e ignorando a Equipe Policial e desacatando e empurrando os Policiais. Diante dos fatos foi dada voz de prisão a J. A. por desobediência e resistência, sendo então conduzido até a Sede da 1ª Cia para lavratura do termo circunstanciado.  

Cornélio Procópio: adquirir, vender, fornecer e ou produzir drogas
Por volta das 15h, em consequência de denuncia anônima dando conta que no Conjunto Habitacional Figueira, vários indivíduos estariam associados e/ou organizados para o tráfico de substancia entorpecente, inclusive ameaçando moradores que por ventura denunciassem à conduta criminosa ora ali implantada e que fazem uso da mata existente as margens do bairro para locomoverem e esconder a substância entorpecente comercializada. Diante do exposto a Equipe Policial ao chegarem ao local realizou  a abordagem  R.S.D.M.F de 22 anos, ocasião em que outros dois indivíduos empreenderam fuga em direção a mata, restando no local apenas as cervejas que eles consumiam no momento da abordagem. Que no local também havia uma adolescente de apenas 13 anos, sentada junto ao meio fio que dá acesso ao riacho dentro da mata, mexendo no celular, aparentando não ter nada haver com a situação, porém após a conclusão do trabalhos, fomos informados de que a referida adolescente era responsável por delatar a Presença Policial no local. Ao adentrarem na, próximo ao local onde ao indivíduo se encontravam, encontraram aproximadamente 325 gramas de  maconha, distribuídas em vários pedaços, que se encontravam enterrados em diversos locais. Também foi encontrada a quantia de 12 gramas da substância entorpecente crack acondicionadas em dois volumes envoltos em plástico branco, enterrados da mesma forma. Em outro local, em um frasco de fermento em pó químico com três “buchas” de cocaína em seu interior pesando aproximadamente 15 gramas, e ainda uma balança de precisão da marca Diamond. Ato contínuo se deslocaram até a residência do conduzido, onde em varredura foi encontrado dentro do bolso de uma bermuda um “pacote” de dinheiro, somando a quantia de R$1.440,00, que apresentado a sua avó, a mesma disse desconhecer a cifras encontradas, limitando apenas em dizer a seguinte frase: “eu avisei esses meninos, não sei o que tanto fazem naquele mato, e que era para que seu neto ficasse longe desses vagabundos”. Disse também que seu neto não trabalha, ficando surpresa pela alta quantia que se encontrava na roupa dele. Diante do exposto foi dado voz de prisão a R.S.D.M.F. por prática de tráfico de drogas, e ainda advertido uma vez que esta no regime semi- aberto pela pratica do mesmo delito, com condenação de 5 anos e 10 meses.

Rancho Alegre: lesão corporal
A Equipe Policia Militar foi acionada a comparecer no Hospital Municipal de Rancho Alegre, onde havia dado entrada em atendimento um homem com ferimento na cabeça o qual havia solicitado a Presença dos Policiais no local. Por volta as 18h30min ao chegarem no hospital e em contato com o solicitante, este relatou que havia indo até a cidade de Uraí receber seu acerto em um banco e que posteriormente havia comprado um brinquedo para seu filho e retornou a cidade foi até a casa de sua ex-mulher para entregar o brinquedo para seu filho, ao sair da casa ela usando um vaso veio a lhe atacar atingindo sua cabeça, momento esse que mesmo atordoado conseguiu chegar na casa da sua mãe que fica na mesma rua e pediu para ligar para ambulância ir buscá-lo. Dessa pancada na cabeça resultou um corte profundo sendo necessários alguns pontos para estancar o sangramento. Diante do exposto e interesse da vitima em representar contra sua agressora fora lavrado o boletim de ocorrência e encaminhado para a Delegacia de Polícia  para as providencias cabíveis ao fato.  

Cornélio Procópio: adquirir, vender, fornecer e ou produzir drogas/ desobediência/ resistência
Por volta das 23h30min após denúncia anônima recebida via 190 dando conta de que alguns indivíduos armados iriam tentar arrebatar alguns presos, a Equipe Policia Militar ficou nas proximidades, quando por volta da 01h15min do dia 19/01/2016 os Policiais que estavam de plantão na Cadeia Pública visualizaram 04 indivíduos, sendo que 03 deles estariam do lado de fora do perímetro da cadeia, um deles com uma motocicleta, e um dos meliantes havia adentrado ao local e no momento da abordagem estava em cima de uma pilha de tijolos amarrando uma sacola a uma corda que havia sido arremessada de dentro de uma das celas da cadeia, no momento da abordagem o indivíduo caiu da pilha de tijolos e resistiu a prisão. O indivíduo foi posteriormente identificado como L.H.F. uma outra Equipe Policial visualizaram uma motocicleta vindo em alta velocidade em sua direção, foi dado voz de abordagem onde o motociclista não acatou a ordem e jogou a motocicleta em cima do Policial que conseguiu se esquivar, e visando manter a sua integridade e dos demais Policiais efetuou um disparo de arma de fogo que veio a atingir o pé esquerdo do indivíduo, identificado como E.H.D, que mesmo alvejado continuou se evadindo e veio a abandonar a motocicleta na via pública e ainda correu por alguns metros quando foi abordado. Foram realizados os primeiros socorros e o acionamento da Equipe do Samu, que encaminhou o indivíduo alvejado para a santa casa desta cidade. A motocicleta estava com a placa AAL 6146 que pela consulta do sistema consta em uma Honda/CG de cor branca, pela consulta do chassis da moto consta uma motocicleta Honda/CG 125 de cor cinza. Na sacola apreendida na cadeia foi encontrado 2 garrafas de 600ml de cachaça, 5 carregadores de celular diversos, 3 fones de ouvido, 9 aparelhos de celular de marcas diversas, 7 baterias de celular, aproximadamente 973 gramas de maconha, 3 pacotes de fumo, 3 maços de cigarro, 2 "buchas" de cocaína pesando aproximadamente 01 grama e 6 LSD. Diante dos fatos a Equipe Policia Militar encaminhou L.H.F. até a Santa Casa, pois o mesmo se encontrava com um ferimento no braço que possivelmente ocorreu quando o mesmo pulava o muro ou quando caiu da pilha de tijolos no momento da abordagem. Os dois abordados após serem consultados pelo médico de plantão ficaram internados, e quando indagados relataram que teriam ido até a Cadeia para arremessar as drogas e os objetos para os detentos. Na sequência as drogas, a motocicleta e os demais objetos apreendidos foram encaminhados até a Delegacia de Polícia Civil para os devidos procedimentos.

Barra do Jacaré: lesão corporal/ violência domestica
Compareceu ate ao Destacamento de Polícia Militar por volta das 18h30min, um solicitante no qual informou que sua filha D.D.S.L de 17 anos que convive com a pessoa de L.F.D estava sendo agredida pelo mesmo e que isto não e a primeira vez que a Policia Militar é acionada por este motivo, sendo que os mesmos sempre optam por não representar. Diante dos fatos a Equipe Policia Militar se deslocou até o local e constataram o fato, no qual conduziram ambos para os procedimentos cabíveis. A jovem aparentava hematomas no braço direito e esquerdo e na perna direita e nas costas.  A vitima não quis representar contra seu convivente.

Assaí: desacato
Durante patrulhamento pela Vila Nova Esperança, a Equipe Policial avistou um cidadão suspeito de portar arma de fogo, e realizada a abordagem, com o mesmo foi encontrado um aparelho celular marca Motorola de cor preta. Ao ser indagado da procedência deste celular, o mesmo entrou em contradição dizendo que seria seu, e depois que seria de sua namorada. Ao ser questionado quanto a nota fiscal do aparelho, entrou novamente em confusão, relatando que estava em sua casa, e depois de ser solicitado que apresentasse tal nota, disse que estava na casa da namorada. Perante duvidosas respostas e levando em consideração várias denúncias que celulares furtados na cidade estavam sendo repassados na Vila Esperança como pagamento de dívida de drogas, a equipe pediu ao cidadão que os acompanhasse até a Sede da 3ª Cia para uma melhor averiguação, porém o mesmo se recusou, passando a desacatar os Policiais com gestos obscenos e xingamentos. Diante da situação o celular foi apreendido e o suspeito orientado a apresentar a referida nota fiscal na Delegacia de Policia. O boletim de ocorrência foi confeccionado para que sejam tomadas as devidas providências.

Assaí: drogas para o consumo pessoal - averiguando uma denuncia anônima
Por volta das 18h, de que indivíduos estariam "fumando maconha" na Rua Tancredo Neves , a Equipe Policial deslocou-se até lá e efetuou abordagem a um grupo de jovens que ali se encontrava em atitude suspeita. Foi realizada busca pessoal em L.F,A. A. e no menor L. G., nada de ilícito foi encontrado, contudo chamou a atenção o nervosismo da adolescente J.A., que estava junto com os jovens. Foi solicitado que ela esvaziasse os bolsos, momento este em que ela retirou um invólucro contendo uma quantidade considerável de substância análoga a maconha, cerca de dezoito gramas. Indagada quanto à substância, no qual ela disse que veio comprar a droga com o menor L. G. M., porém os outros três envolvidos dizem que quem trouxe a droga para eles foi a menor J. A. Diante dos fatos foram encaminhados para as devidas providências.

Visualizações 1210
Fonte: 18 BPM
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 19/01/2016 14h01min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014