:Comandante afirma que ainda não há relação entre morte de PM e de civis

Comandante afirma que ainda não há relação entre morte de PM e de civis - Tv Na Rua


Comandante afirma que ainda não há relação entre morte de PM e de civis

O Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato declarou na tarde deste sábado (30) que por enquanto não há relação entre a morte do policial militar Cristiano Luis Bottino, 33, e outros crimes registrados entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado. "Nós não temos essa definição ainda. Essa é uma das linhas de investigação que estão sendo trabalhadas. Queremos de imediato restabelecer o nível de segurança na cidade de Londrina imaginando que não admitimos qualquer forma de agressão contra policiais militares que estão labutando pela segurança pública", declarou. 

Em coletiva para a imprensa, ele ressaltou que a corporação não admite que algo gere insegurança geral de toda a comunidade. "Temos fatos extraordinários. Estamos desencadeando ações de inteligência com a Polícia Civil. Já determinamos a vinda do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e do Grupo Tigre para cá (elite da Polícia Civil do Paraná). Estamos também vindo com a nossa inteligência de Curitiba para cá e desencadearemos ações de inteligência para restabelecer a ordem e os níveis de segurança na cidade de Londrina", declarou o comandante. 

Segundo ele, não há ainda nenhum indicativo de facção criminosa no Estado. "Os fatos iniciais representam coincidência, com grande ênfase em Curitiba e Londrina. Acreditamos que alguns criminosos estão aproveitando o momento para desencadear ações para gerar instabilidade social e uma repercussão na área de segurança. A resposta da PM, da Secretaria de Estado de Segurança Pública será consistente para restabelecer a ordem e para esclarecer todas as motivações desses crimes", declarou. 

Questionado sobre como o cidadão comum deve agir nesse momento conturbado ele orientou que todo mundo se acautele em relação à segurança pessoal, mas que não se estabeleça na sociedade londrinense um clima de pânico. "A PM estará presente. Daremos a resposta necessária", garantiu. 

Sobre os boatos de que organizações criminosas teriam determinado algum toque de recolher, ele disse que isso não existe e que a PM não pode se pautar por isso. "Já estamos desencadeando ações mais ostensivas para propiciar esse clima de segurança. Viaturas irão circular de modo ostensivo", expôs. 

Questionado sobre o balanço de mortes até o momento, ele disse que foram 10 mortes de civis e um policial militar. "Um fato bastante importante para nós, que possui a mesma magnitude em termos de dimensão humana, é a morte de nosso militar estadual", apontou. 

A respeito das suspeitas de envolvimento de policiais militares de Curitiba na morte do policial militar Newton Cesar Bittencourt Júnior, de 29 anos, que foi baleado durante um assalto na madrugada de sábado (23), o comandante confirmou que dois policiais estão sendo detidos por esse motivo. "Longe de imaginar que os PMs têm uma ligação direta na morte do Soldado Bittencourt. Mas o caso exigiu uma diligência mais incisiva para se decretar a prisão temporária para investigação do caso até a elucidação dos fatos", afirmou. Segundo ele, a corregedoria apontou que fatos relatados pelos policiais não eram verdadeiros e por esse motivo foram recolhidos.

Visualizações 851
Fonte: Bonde
Por: Antonio Delvair Zaneti
Data: 30/01/2016 19h55min


    

JG FreiosSampei Cozinha ChinesaNoemi LanchesProdutos AlcobaçaBrasilnet Hospital do Câncer de Londrina
CONTATO

contato@nossoclick.com
antonio.zaneti@gmail.com
(43)99920-1893
TV Na Rua / CornelioDigtal / BandDigital- 2007 - 2014